Blog
Dupla cidadania

Trabalhar na Itália: conheça as oportunidades para prosperar no país

Trabalhar na Itália: conheça as oportunidades para prosperar no país

Se você tem cidadania italiano e decidiu mudar-se para a Itália, provavelmente uma das suas preocupações é sobre como se sustentar no país, se é possível arranjar um emprego tendo cidadania e como trabalhar na Itália.

Em meio a tantas dúvidas, podemos entrar em desespero e não enxergar todas as possibilidades à nossa frente.

E é por isso que preparamos um guia descomplicado sobre como trabalhar na Itália usando sua dupla cidadania, desse jeito, você pode ficar mais tranquilo com essa nova mudança na sua vida. Continue lendo para saber mais!

Brasileiros conseguem trabalhar na Itália?

Falando em um contexto pós-pandemia, hoje a Itália vive um momento mais delicado em relação à sua economia e política, o que torna um pouco difícil conseguir emprego para brasileiros – mas não deixa de ser algo possível.

Isso acontece porque o país foi afetado pela crise financeira de 2009 e, em 2020, teve um declínio ainda maior com a pandemia do coronavírus, sendo o primeiro país europeu a ter que lidar com um surto da doença. Isso acarretou na falência e fechamento de várias indústrias e comércios, e a economia italiana entrou em recessão.

Contudo, com a reabertura das fronteiras e com o aumento na vacinação, a situação do país está melhorando aos poucos. O passaporte da vacina permitiu a reabertura de restaurantes, academias, cinemas, bares, shoppings e outros estabelecimentos e corporações, abrindo mais possibilidades de trabalho no país.

Por isso, é importante começar a estabelecer um contato previamente com empresas que possam lhe interessar, dessa forma, você chega no país com uma garantia maior de trabalho.

Principais setores para trabalhar na Itália

Sem dúvida alguma, as áreas com mais vagas de trabalho para brasileiros no país são aquelas relacionadas à gastronomia e ao turismo. Outro principal setor econômico do país que sempre precisa de trabalhadores é a agricultura.

Além disso, apesar da Itália sempre ter sido um país mais tradicional e fechado em relação à contratação de estrangeiros para trabalhar, a pandemia também possibilitou a abertura de vagas de trabalho em diversas áreas.

  • tecnologia da informação, ou TI;
  • marketing;
  • mídias sociais;
  • área da saúde.

Essas eram áreas pouco exploradas pelos nativos, portanto acabaram se tornando boas oportunidades para a prosperidade de imigrantes. Também foi aprovado, em 2022, pelos legisladores do país, a criação do “visto de nômade digital”, que facilita e permite que trabalhadores remotos mudem-se para a Itália.

| Leia também: Empreender na Itália: por onde começar?

Afinal, como posso trabalhar na Itália?

Agora que contextualizamos um pouco o mercado de trabalho e a economia italiana para você, vamos passar para o guia sobre como trabalhar na Itália. Algumas informações a seguir são extremamente importantes na hora de procurar vagas de emprego no país.

Pesquise em sites de vagas de emprego

Pode parecer muito óbvio, mas é de grande importância pesquisar vagas em sites específicos para isso. Você pode iniciar sua busca antes de sair do país e garantir maior segurança quanto ao trabalho na Itália.

Alguns sites que podem servir para essa busca são o InfoJobs, Adecco e Gigroup.

Passaporte e visto de trabalho

Assim como em qualquer outro país, para trabalhar na Itália é necessário ter a autorização do governo para tal, por meio do visto de trabalho ou da dupla cidadania. A embaixada italiana oferece diversos tipos de visto.

  • trabalho com contrato (lavoro subordinato);
  • trabalho autônomo (lavoro autonomo);
  • trabalho sazonal (lavoro stagionale);
  • e outras categorias mais específicas, como: jornalistas, empreendedores de startups, atletas, etc.

Todos os vistos que tiverem um prazo de validade maior que 90 dias devem ser convertidos em permesso di soggiorno, ou seja, você deve receber uma autorização de residência para permanecer no país. Essa permissão deve ser solicitada em até 8 dias após a sua chegada no país.

Outro documento imprescindível para viajar para o exterior é o passaporte, seja para trabalhar, estudar ou apenas passear. Além do passaporte brasileiro, é muito importante tirar seu passaporte italiano – se você tiver direito à cidadania.

Validação de diplomas e títulos

Outro passo importante para trabalhar na Itália é a tradução e validação dos seus diplomas e títulos. Todas as áreas de trabalho possuem um órgão regulador, onde o trabalhador precisa ser devidamente habilitado para desempenhar um cargo e, dependendo da área, assinar um termo de responsabilidade técnica.

Contudo, não são todas as áreas que exigem essa validação, no máximo você precisará atestar que consegue se comunicar e compreender a língua italiana sem problema.

A cidadania italiana vai me ajudar a arranjar um trabalho?

Pode não ser uma garantia, mas o processo de trabalhar na Itália vai ser facilitado se você tiver sua cidadania italiana reconhecida. Isso porque, como cidadão italiano, é mais difícil encontrar obstáculos ao entrar no mercado de trabalho europeu e elimina completamente a necessidade de obter um visto de trabalho.

Você precisa de ajuda com a sua genealogia para reconhecer sua dupla cidadania? Entre em contato com a equipe da Minha Árvore Genealógica!


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.

Deseja conhecer com mais profundidade a sua família e a sua origem?

Peça já um orçamento e entenda mais sobre o nosso trabalho.

Entrar em contato (21) 99995-6400

Ofertas & Novidades

Cadastre-se e receba por e-mail ofertas e novidades da Minha Árvore Genealógica.